05/12/2015


Goste de si...



Quando estiver rodeado/a de pessoas, conhecidas ou desconhecidas, não se preocupe em fazer com que elas gostem de si, preocupe-se em descobrir se vale ou não vale o esforço de começar ou de continuar a gostar delas.

Seja você próprio/a com as suas qualidades e virtudes, esforce-se para que elas sejam superiores aos seus defeitos.

Seja simpático/a um pouco mais do que aquilo que possa parecer necessário.
Faça-o com naturalidade.
Tudo necessita de treino. 

Faça-o por si.
Faça-o pela sua saúde.
Faça-o porque lhe dá prazer.

Sorria.
Dê luz a todas as suas sombras.
Mime-se. 

Goste de si...


Família feliz.


video

30/11/2015


As sombras do passado


















O passado não interessa, o futuro não nos pertence, devemos viver o presente.
Vontades e ideias de quem deseja viver bem, de quem deseja aproveitar cada momento como se fosse o último.
Nem sempre corre da melhor maneira.
Existem sombras, do passado, que nos perseguem, no presente, inquietando o nosso futuro.
Não esconda os seus erros, não esconda os seus vícios, não esconda os seus maus segredos. Tudo se descobre, tudo se sabe.
Encare essas realidades passadas como aprendisagens para que consiga gerir melhor o momento presente e orientar melhor o seu futuro.
Tenha consciência que o que aconteceu não deve voltar a repetir-se.
Não espere que sejam os outros a descobrir e a "jogar", na sua cara, no momento oportuno, para eles, e, menos oportuno, para si.
Quando procurar uma nova oportunidade, na sua vida, seja o primeiro a abordar esses assuntos passados. Demonstre que não é a mesma pessoa. 
Demonstre que aprendeu e que se tornou numa pessoa mais rica em valores diferentes. 
Mostre que essas vivências podem ser uma mais valia, no presente, dado que foi capaz de superar essas "sombras". 
Deixe bem claro que esse não é mais um caminho a percorrer...

29/11/2015


Nunca desistam de dar cor à vossa vida.




Viva e sinta que está a viver.

















Aproveite.
Tenha momentos só para si.
Sente-se. Respire funde. Contemple.
Sinta que está a viver.
Saia do "modo automático".
Respire e tenha consciência desse pequeno milagre.
Respirar, sem a ajuda de nada nem de ninguém, é o melhor presente que lhe deram.
Se não encontrar um banco para se sentar, sente-se no chão, absorva energias e sinta como é importante esse momento.
Este é o o minuto certo.
Cada segundo pode fazer a diferença...